5 situações que uma mãe solteira jamais deveria passar

Ser mãe solteira não é uma tarefa simples, muito menos quando há uma série de pessoas querendo “ajudar” ou dar opinião sobre seus cuidados. Pensando nessa e em muitas outras situações que mães solo passam, separamos algumas todos nos deveríamos evitar. Acompanhe o artigo.

Situações que mãe solteira não deveria passar

Quando se está criando um filho sozinha, é preciso se desdobrar em várias. Desempenhar tantos papéis exige muita força e amor – aos filhos e também amor próprio. Além disso, também é preciso encarar de frente situações que as pessoas insistem em fazer na presença de uma mãe solteira, sem talvez imaginar o quão desagradável é o termo. Se você faz alguma dessas coisas, apenas pare.

  • Cadê o pai?

O julgamento da sociedade é uma das maiores barreiras que uma mãe solo pode enfrentar. Perguntas como “cadê o pai?” ou “tão nova e já é mãe solteira?” são comuns e as pessoas não imaginam o quanto isso se torna incômodo, principalmente por não saberem nada sobre a vida da mãe.

  • Já está namorando outro?

Muitas pessoas realmente consideram “mãe” com estado civil e julgam as mulheres que tiveram filhos por se relacionarem com outras pessoas que não o pai da criança. Enquanto isso, o pai pode estar tranquilamente em outro relacionamento que não tem o mesmo julgamento. Esse é o tipo de situação que nenhuma mulher deveria passar, até porque, isso só diz respeito a ela.

  • Na hora do sufoco

Quando a criança fica doente a coisa pega. Cenas como levar ao médico enquanto o pequeno não para de vomitar no banco de trás do carro – ou não ter quem segure a criança e as bolsas enquanto você tenta pagar o ônibus — são algumas das situações comuns enfrentadas por uma mãe solteira. Sem contar a angústia daquelas febres de madrugada ou da ida para o pronto-socorro.

  • Correria do dia a dia

Pense em precisar tomar banho e não ter com quem deixar o bebê? É claro que este problema afeta todas as mães, mas para quem mora sozinha com a criança, é algo comum e que acontece todos os dias, sem exceção.

  • Dificuldade encontrar emprego

Em uma entrevista de emprego, muitos recrutadores consideram um problema uma mulher ter filhos, ainda mais se não tem o auxílio de mais ninguém no dia a dia. Isso faz com que muitos não contratem mães – ainda que isso não seja admitido abertamente. E uma mãe sem trabalho fixo, tem muita dificuldade para conseguir colocar a criança em uma creche (que exige que a mãe trabalhe) se estiver precisando que alguém cuide do filho enquanto procura emprego.

Mais ainda, se a mãe conseguir apenas trabalhos como freelancer em horário noturno, também precisa ter alguém para cuidar da criança e não ser acusada de abandono ou negligência. Ou seja, esse cenário é realmente complicado para uma “mãe solteira“.

Agora você já sabe que o termo correto é mãe solo e não mãe solteira e que acima listamos situações que realmente ninguém deveria passar. Se quiser saber mais sobre o assunto, acompanhe o nosso blog e nos siga nas redes sociais. Esperamos ter ajudado!

Até a próxima!

Grande abraço

Auxílio Maternidade

COMPARTILHE ESTE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Quem somos

Somos uma equipe que desenvolve um trabalho para assegurar o direito da mãe de receber o auxilio maternidade.Se o seu filho ainda não completou 5 anos e você trabalhou com registro em carteira de pelo menos 1 dia antes ou durante a gravidez, você pode ter direito ao auxilio. 

Contato

  • contato@auxiliomaternidade.com
  • (43) 98835-1973
  • (43) 3020-3636
  • Rua, Santa Catarina
    193 Salas 15 e 17 Centro
    Londrina / Paraná
RODAPE

© 2019 Auxilio Maternidade . Feito com ♥ por Agência Primage